Páginas

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

ACENTUAÇÃO GRÁFICA

Queridos alunos! Segue em anexo uma síntese que preparei para vocês sobre acentuação gráfica. Façam bom uso, pois elas serão de grande valia para consulta em caso de dúvidas.

SOBRE A ACENTUAÇÃO GRÁFICA

A acentuação gráfica consiste na aplicação de certos sinais escritos sobre determinadas vogais em cumprimento ao que as regras de acentuação do idioma estipulam. Entre estes sinais estão os diversos acentos gráficos, além do restante dos diacríticos, como o trema e o til, por exemplo.

• o acento agudo ( ´ ) - colocado sobre as letras a, i, u e sobre o e do grupo em, indica que essas letras representam as vogais tónicas da palavra: carcará, caí, armazém. Sobre as letras e e o, indica, além de tonicidade, timbre aberto: lépido, céu, léxico.

• o acento circunflexo ( ^ ) - colocado sobre as letras a, e e o, indica, além de tonicidade, timbre fechado: lâmpada, pêssego, supôs, Atlântico.

• o til ( ~ ) - indica que as letras a e o representam vogais nasais: alemã, órgão, portão, expõe, corações, ímã.

• o acento grave ( ` ) - indica a ocorrência da fusão da preposição a com os artigos a e as, com os pronomes demonstrativos a e as e com a letra a inicial dos pronomes aquele, aquela, aqueles, aquelas, aquilo: à, às, àquele, àquilo.
Regras de acentuação gráfica

REGRAS DE ACENTUAÇÃO GRÁFICA

As regras de acentuação gráfica procuram reservar os acentos para as palavras que se enquadram nos padrões prosódicos menos comuns da língua portuguesa. Disso, resultam as seguintes regras básicas:

• proparoxítonas - são todas acentuadas. Têm a antepenúltima sílaba tônica e, nesse caso, é a sílaba que leva acento. A vogal com timbre aberto é acentuada com um acento agudo, já a com timbre fechado ou nasal é acentuada com um acento circunflexo. É o caso de: lâmpada, relâmpago, Atlântico, trôpego, Júpiter, lúcido, ótimo, víssemos, flácido.

• paroxítonas - são as palavras mais numerosas da língua e justamente por isso as que recebem menos acentos. Têm a penúltima sílaba tônica. São acentuadas as que terminam em:

1)i, is: táxi, beribéri, lápis, grátis, júri.

2) u, us, um, uns, on, ons: vírus, bónus / bônus, álbum, parabélum, álbuns, parabéluns, nêutron, prótons.

3)l, n, r, x, ps: incrível, útil, ágil, fácil, amável, éden, hífen, pólen, éter, mártir, caráter, revólver, destróier, tórax, ónix / ônix, fénix / fênix, bíceps, fórceps, Quéops.

4) ã, ãs, ão, ãos: ímã, órfã, ímãs, órfãs, bênção, órgão, órfãos, sótãos.
o ditongo oral, crescente ou decrescente, seguido ou não de s: água, árduo, pónei, cáries, mágoas, jóquei, jóqueis.

. oxítonas - Têm a última sílaba tônica. São acentuadas as que terminam em:

1)a, as: Pará, vatapá, estás, irás, cajá.

2)e, es: você, café, Urupês, jacarés.

3)o, os: jiló, avó, avô, retrós, supôs, paletó, cipó, mocotó.

4)em, ens: alguém, armazéns, vintém, parabéns, também, ninguém.

• monossílabos tónicos são acentuados os terminados em:

1)a, as: pá, vá, gás, Brás, cá, má.

2)e, es: pé, fé, mês, três, crê.

3)o, os: só, xô, nós, pôs, nó, pó, só.

• ditongo - abertos tónicos – são acentuados os ditongos abertos em palavras oxítonas, ou em monossílabas tônicas.

1)éi: anéis, fiéis, papéis

2)éu: céu, troféu, véu

3)ói: constrói, dói, herói

• hiato – são acentuados o i e u nas seguintes condições:

1) sejam a segunda vogal tónica de um hiato;

2)formem sílabas sozinhos ou com s na mesma sílaba;

3)não sejam seguidas pelo dígrafo nh;

4)não forem repetidas (i-i ou u-u);

5) não sejam, quando em palavras paroxítonas, precedidas de ditongo;

ex.: aí: a-í; balaústre: ba-la-ús-tre; egoísta: e-go-ís-ta; faísca: fa-ís-ca; viúvo; vi-ú-vo; heroína: he-ro-í-na; saída: sa-í-da; saúde: sa-ú-de.

• Apesar de não poder ser considerado um caso de tonicidade, coloca-se um acento grave "`" na crase da preposição "a" com os artigos femininos "a", "as" e com os pronomes demonstrativos "aquele", "aqueles", "aquela", "aquelas", "aquilo": à, às, àquele, àquilo.

ACENTO DIFERENCIAL

O acento diferencial é utilizado para diferenciar palavras de grafia semelhante. Usamos o acento diferencial - agudo ou circunflexo - nos seguintes casos:

1)pôde (pret. perf. do ind. de poder) - pode (pres. do ind. de poder)

2) pôr (verbo) - por (preposição)

3)têm (terceira pessoa do plural do verbo ter) - tem (terceira pessoa do singular do verbo ter)

4)Os derivados do verbo ter têm na terceira pessoa do singular um acento agudo "´", já a terceira pessoa do plural tem um acento circunflexo "^" mantém - mantêm

5)fôrma (substantivo) - forma (substantivo e verbo)(opcionalmente)
O acento em "fôrma" pode ser considerado opcional.

OBSERVAÇÕES:

1)As palavras paroxítonas terminadas em “n” são acentuadas, mas as que terminam em “ens” não são. Exemplos: hífen (hifens), jovenas, abdômen (abdomens).

2)Não são acentuados o prefixos terminados em “i” e “r”. Exemplos: semi, super.

3)o trema ( ¨ ) - é aplicado em palavras estrangeiras como nomes de pessoas, sobrenomes, e seus derivados. Exemplo: "Müller", mülleriano).

4)Com a reforma ortográfica, os ditongos abertos “ei” e “oi” em palavras paroxítonas não são acentuados, mas, nas palavras oxítonas, o acento permanece. Exemplos:
 Paroxitonas: ideia, epopeia, jiboia, assembleia, heroico, paleozoico.
 Oxitonas: anéis, papéis, herói, corrói.

5)Palavras com dupla pronúncia (com ou sem acento gráfico)Vejamos alguns exemplos que já aparecem nas mais recentes edições de nossos principais dicionários e no Vocabulário Ortográfico publicado pela Academia Brasileira de Letras. A forma preferencial está em negrito.

1. ACROBATA ou ACRÓBATA
2. AUTÓPSIA ou AUTOPSIA
3. BIÓPSIA ou BIOPSIA
4. BIOTIPO ou BIÓTIPO
5. BOEMIA ou BOÊMIA
6. CATÉTER ou CATETER
7. CRISÂNTEMO ou CRISANTEMO
8. DUPLEX ou DÚPLEX
9. HIEROGLIFO ou HIERÓGLIFO
10. NECRÓPSIA ou NECROPSIA
11. ÔMEGA ou OMEGA
12. ORTOEPIA ou ORTOÉPIA
13. PROJÉTIL ou PROJETIL
14. TRIPLEX ou TRÍPLEX
15. XÉROX e XEROX

Nenhum comentário:

Postar um comentário